Início » O Diabo Veste Prada

O Diabo Veste Prada

Filmes que assisti, baseados em livros que não li

por Letícia Dutra
0 comentário

Você já deve ter assistido a este filme. Ao menos já deve ter ouvido falar da história icônica representada nesta grande adaptação cinematográfica. Mas, caso você seja de outro planeta, ou tenha sofrido algum dano cerebral e não lembre da famosa Miranda Priestly e sua assistente Andy, vou te contar um pouquinho de como foi minha experiência ao rever essa comédia dramática em pleno ano de 2022.

  • Classificação: Livre
  • Ano: 2006
  • Gênero: Comédia/Drama
  • Duração: 1h49m
  • Diretor: David Frankel
  • Onde Assistir: Star+

Andy (Anne Hathaway) é uma moça recém-formada e com grandes sonhos. Consegue uma entrevista em uma conceituada revista de moda, a Runway e seu objetivo é conseguir sobreviver um ano sendo assistente da editora chefe Miranda Priestly (Meryl Streep), uma mulher forte, decidida e que impõe terror em todos que a rodeiam (todos no ambiente de trabalho).

Acontece que Andy não entende e nem não liga para a alta costura, e com o passar do tempo seu jeito eficiente, porém despojado começa a incomodar até a si mesma diante do ambiente ao qual trabalha. Então ela muda.

Durante toda a minha adolescência vi a Miranda como uma vilã, mas hoje, ao revisitar este cenário a vejo como uma mulher empoderada a quem muitas jovens deveriam se inspirar, de certa forma eu me inspirava, mas como ela é vilã era em segredo. Outro ponto que via com outros olhos era o personagem Nate, namorado de Andy, que torcia para que ela se demitisse (ou fosse demitida) para que pudesse ter mais tempo com ele. Seria ele o verdadeiro vilão (embuste) da história?

Dias passam e Andy que era apenas a segunda assistente, ganha a confiança de Miranda, que passa a chamá-la pelo nome. Acredite, ela a chamava por outro nome completamente diferente simplesmente pelo fato de não se importar com a “pessoa” que estava ali, auxiliando-a. A partir de então as coisas começam a mudar para Andy e um novo e brilhante futuro está muito perto de se tornar real caso ela continue seu ótimo trabalho.

Preciso parar por aqui para não contar toda a história para caso você deseje assistir novamente para relembrar algumas cenas maravilhosas ou até mesmo ver pela primeira vez essa história sensacional que marcou os anos 2000.

Este filme me traz a primeira lembrança de Meryl Streep no cinema, claro que ela fez outros filmes, mas este é o que me vem à mente visto que eu tinha aproximadamente 15 anos de idade e via com ambição alguns pontos interessantes do filme, principalmente por se passar em Nova York… Também é minha primeira lembrança de Anne Hathaway que interpreta Andy. E pasmem, só agora percebi que Gisele Bündchen fez parte do filme.

Um filme baseado em livro que não sei dizer se foi fiel, mas dos 35 milhões gastos na produção, arrecadou aproximadamente 300 milhões de volta. A autora Lauren Weisberger escreveu a história baseando-se em sua própria vivência e o livro conta com continuações que infelizmente não chegaram às telonas.

💬 Me conta aqui nos comentários, você já leu o livro ou conhecia a história por trás do filme?


Leia um trecho

Deixe um comentário!